Byafra, O Escritor

Por Onde Ninguém For

GARD Pro Not Registered

Byafra, como artista, não se limitou apenas às composições e ao canto, mas também escreveu um livro e escreve poesias desde o início da carreira.
As letras de seu primeiro disco, por exemplo, mais parecem poemas musicados. Falando de amor, sonhos e liberdade, Byafra começou, logo nas primeiras composições a imprimir um sentido poético, embora muitos interpretem apenas como romântico. Este estilo letrista/poeta prosseguiu em outros discos do artista, mas sempre tratando o poema de forma musicada com apoio de seus grandes parceiros.
Ao longo de seus registros musicais, entretanto, a primeira vez que Byafra imprimiu um poema em disco, foi no encarte do disco de 1987. Com o poema “Síndrome”, Byafra abriu um especial sobre ele na Rede Bandeirantes no mesmo ano de 87, onde ao invés de declamar, cantou, o que era de se esperar em um intérprete musical. No lançamento do LP seguinte (“Biafra”, de 1989), Byafra não usou o encarte do disco para publicar um poema, mas resolveu ir mais longe e lançou um livro de poesias chamado “Pedra de Piratininga”, cuja edição hoje é uma raridade. Neste lançamento, temos o famoso poema “Sonhadores” que o artista declama aqui na Rádio Byafra.
Depois, Byafra continuou escrevendo seus poemas, mas sem fazer publicações. Neste portal, onde se pode ter acesso a todos os fatos da carreira do cantor, estão disponíveis para leitura grande parte destas poesias, assim como no LIVRO DOS ÍCAROS, uma publicação online veiculada a este site, mas independente em acesso e, claro, aberto a todos que escrevem e desejam compartilhar seus escritos.

GARD Pro Not Registered

Raí T. Rio

Raí T. Rio é o idealizador, criador e editor do Portal Byafra.


Deixe Seu Comentário

Outros Artigos Interessantes