Categoria Memória Afetiva

memoria_afetiva

Na carreira de todo artista, os trabalhos do passado são sempre consagradores, levando muitas vezes um profissional ao estigma de um momento. Byafra, por exemplo, é extremamente conhecido pela sua gravação de “Sonho de Ícaro”, embora tenha feito muito sucesso com outras canções, como – só para citar uma – “Seu Nome” que, na verdade, foi mais executada que a própria “Sonho de Ícaro”.
Momentos como estes estão sempre ligados ao seu contexto. Como lembrar de “Sonho de Ícaro” e não de um LP? Como lembrar de video-clipes e não associar ao programa “Fantástico” da Rede Globo? Como pensar num grande sucesso e não pensar em seu compacto, aquele disquinho maravilhoso mais barato e normalmente com duas faixas?
De uma vida se faz memórias. De memórias, toda uma vida…

0

Leão Ferido No Jô – 2002

Em 2002, Byafra se apresentou no Programa do Jô (Soares), cantando a inesquecível “Leão Ferido”, música que estourou originalmente no ano de 1981, alçando Byafra ao sucesso de público que lhe rendeu o primeiro disco de ouro da carreira.

0

Compactos

Nos anos 80, uma das estratégias mais seguras e interessantes da indústria fonográfica para divulgar os artistas e suas obras era o lançamento de um disco em forma compacta, contendo, normalmente, duas músicas – uma do lado A e outra do lado B. Muita gente adorava porque era prático e econômico. Muitos gostavam de ouvir os sucessos que tocavam na rádio, sem se importar com as outras faixas menos tocadas. Deste modo, o compacto era perfeito para atender a este público.