Categoria Discografia

0

Aplauso – O Melhor de Biafra- 1984

Lançado em 1984, antes do lançamento do compacto “Água Ardente”, trabalho que antecedeu o grande disco de 1984 (“Existe Uma Ideia”), disco que trouxe a inesquecível “Sonho de Ícaro”. Esta coletânea foi lançada pelo selo OPUS da gravadora COLUMBIA e trouxe sucessos de 1979 a 1983, como a maravilhosa “Mil e Uma Noites”, do amigo e parceiro musical Flávio Venturini, líder do 14 Bis.

0

Despertar – 1981

Em um ano de boa efervescência musical, o cantor carioca se destacou como um dos melhores artistas e o seu disco (“Despertar”) foi um dos trabalhos mais executados e comentados em 1981, colocando dois megasucessos nas rádios de todo o País: “Leão Ferido” e “Vinho antigo”.

0

Ícaro – 1998

O CD lançado em 1998 tinha o sugestivo título de “Ícaro” e contava um pouco da história do cantor e compositor, uma vez que cedeu sete lugares no disco para sucessos do passado. Com cinco faixas inéditas, o CD começou embalado pela sonora “Moldura” e trouxe uma nova versão para um grande sucesso do disco de 1987: “Até o Fim”, desta vez com a participação da cantora Rosana. Com tudo, a faixa mais festejada deste CD é uma regravação de Byafra para “Rua Ramalhete”, de Tavito e Ney Azambuja. Muito querida pelos fãs, a faixa foi bem executada no rádio e na televisão.

0

Brilhantes – 1998

A série BRILHANTES, criada pela Columbia/Sony Music teve em seu catálogo um CD dedicado a Byafra, coroando uma carreira de 20 anos até aquele momento. O CD trazia sucessos de todas as fases de Byafra, partindo de 1979 e indo até o ano de 1990, como Sonho de Ícaro, Seu Nome, Leão Ferido e Helena, todos grandes hits na música brasileira nos anos 80. Além dos magahits, o disco ainda contempla os fãs como músicas excepcionais como Todo o Sentimento, de 1990, Uma Vez e Nunca Mais, de 1980 e Cinema, de 1983, faixa que se tornou tema de novela no SBT no ano de 1992 (Rosa Selvagem).

0

Bye Bye – 1988 (Single)

Em 1988, pela Polygram (Série Mix), Byafra lançou este single que trazia “Sonho de Ícaro” (versão original de 1984) e uma faixa inédita (“Bye Bye”).
O lançamento fez bastante sucesso com a música inédita e levou Byafra aos maiores programas de televisão da época, como era de costume. Neste ano de 88, a Rede Globo mantinha um programa muito popular chamado “Globo de Ouro” e o cantor esteve presente em muitas edições, levado pelo sucesso da canção “Bye Bye”.

0

A Popularidade de Biafra – 1994

Numa série criada pela Universal Music (selo Polydor), Byafra mereceu a sua popularidade no ano de 1994, num disco que reunia músicas de 1984, 85 e 1986, anos dos discos lançados pela Ariola. Embora nos anos 90, Byafra tenha emplacado vários sucessos, esta compilação traz sucessos dos anos 80, indo de 1984 a 1986. Este CD conta com músicas que ainda não fizera sucesso no rádio, mas passou a ser tocada a partir deste disco, como é o caso de “Carne e Osso”, de Guilherme Arantes, que Byafra gravou no disco de 1986 (“Toque”).