Nos Caminhos de Porto Argentino

(Byafra/Mairton Bahia/Paulo Machado)

GARD Pro Not Registered

Quantos meninos do fundo mar
Uma estrela cadente caiu do luar
Ou foi um cometa que passou
Ou um avião que mergulhou
Um trovão incendiou o ar
Amanheceu no olhar do sol

Quem se lembrará
Quando esse inverno se derramar
Quando o suor dos canhões
Descongelar corações
Nos caminhos de Porto Argentino
O que vale é viver
A neve afoga a paixão
E a terra bebe o chão
Nos caminhos de Porto Argentino
O que vale é viver

Quantos meninos do fundo do mar
Uma estrela cadente, reluzente olhar
Foi um desejo que apagou
E tanto sonho não vingou
De quanto mais precisará
A lição é do tempo e será

Quem se lembrará
Quando a lenda das sereias cantar
Uma canção naufragou
Nos olhos de quem chorou
Nos caminhos de Porto Argentino
O que vale é viver
E quando a estrela do mar
Nascer com a lua e brilhar
Pros meninos de Porto Argentino
Um destino, um lugar (um lugar…)

Uma canção naufragou
Nos olhos de quem chorou
Nos caminhos de Porto Argentino
O que vale é viver
E quando a estrela do mar
Nascer com a lua e brilhar
Pros meninos de Porto Argentino
Um destino, um lugar

GARD Pro Not Registered

Disco Desta Música

Sobre Esta Faixa

A música que abre o disco fala da conhecida Guerra das Malvinas, entre britânicos e argentinos e aborda especialmente o fato de rapazes argentinos, ingênuos e despreparados, serem atirados numa luta sangrenta e estúpida, fruto do delírio megalomaníaco de generais ensandecidos. A linda canção (na verdade um lamento sob solos de guitarra) não apenas denuncia, mas faz uma homenagem aos jovens que perderam suas vidas em nome do despropósito de governantes alucinados.

Escute Esta Faixa

Raí T. Rio

Raí T. Rio é o idealizador, criador e editor do Portal Byafra.


Deixe Seu Comentário

Outros Artigos Interessantes